4.º Fórum Liberdade e Pensamento Crítico: Exilados e Refugiados sem fronteira 2

O planeta terra, que devia ser apenas a nossa casa comum está dividido em
múltiplos estados, cerca de 195, num total de mais de trinta mil quilómetros de

novas fronteiras, limites, cercas, arames farpados, drones de vigilância militar,
numa tentativa cruel de controlar seres humanos em fuga. De acordo com os
números das Nações Unidas, no final de 2020 havia 26, 4 milhões de refugiados,
4,1 milhões de requerentes de asilo e 4,2 milhões de apátridas. A estes adicionam-
se 48 milhões de pessoas deslocadas internamente no seu próprio país, tanto em
resultado de conflitos armados como por razões ambientais. De referir que em
nenhuma destas estatísticas está contabilizado o caso recente da população
Ucraniana, vítima da guerra. Temos pois mais de 82 milhões de deslocados em
todo o mundo, sendo 42% menores.
A estes números acrescem 272 milhões de migrantes, mais de metade dos quais a
trabalhar na Europa e na América do Norte.
Em suma, uma parte significativa da população mundial encontra-se em fuga
graças às consequências catastróficas do capitalismo global, a que se deve
acrescentar os efeitos da pandemia Covid 19 que contribuiu para acentuar as
diferenças brutais entre as populações e entre os povos. Enquanto os super–ricos
até já se preparam para uma fuga do planeta, centenas e centenas morrem no
mediterrâneo ou nas fronteiras, crianças e mulheres são traficadas, enquanto
lutam apenas pela sobrevivência.
Guadalupe Portelinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s